sábado, 31 de janeiro de 2009

filatelia

EMISSÕES NOVAS
PORTUGAL


Vultos da Cultura Portuguesa – série de dois selos lançada em 27/01/2009, com carimbos comemorativos de Primeiro Dia de Emissão nos seguintes locais: Lisboa, Estação da Praça dos Restauradores, Porto, Estação do Município, Funchal, Estação da Avenida de Zarco, Ponta Delgada, Estação da Antero de Quental, Vila Viçosa, Estação da Avenida Bento de Jesus Caraça, Baião, Estação Rua Frei Domingos Vieira.
Taxas e tiragens. 0,32 € X 2 – 330.000 cada.
Fotos: selo Soeiro Pereira Gomes – Museu do Neo – Realismo; selo Henrique Pousão “sperando o Sucesso” (pormenor) Museu Soares dos Reis, Calos Monteiro/DDF/IMC
Impressão: Cartor
Henrique Pousão (1859/1884)., de nome completo Henrique César de Araújo Pousão nasceu em Vila Viçosa em 1 de Janeiro de 1959. Pela profissão do pai, o juiz Nunes Pousão, viveu em várias cidades do país. Em 1872, tendo-se fixado no Norte, iniciou os seus estudos artísticos na Academia Portuense de Belas Artes. De entre os mestres que teve nos primeiros anos de aprendizagem são de salientar António José da Costa de que teve aulas particulares e, na Academia, João António Correia e Marques de Oliveira
.
http://www.cm-vilavicosa.pt/pt/conteudos/o%20concelho/historia/henrique%20pousao.htm
Joaquim Soeiro Pereira Gomes (1909/1949), Escritor maior do movimento neo-realista português, cuja obra marca, de modo notável, a literatura portuguesa.
Nasce nas terras do Douro, na serrana aldeia de Gestaçô (concelho de Baião), faz os primeiros estudos em Espinho, seguindo para Coimbra, onde tira o curso de Regente Agrícola. Após uma breve passagem por Angola, vai morar, recém-casado em Alhandra. O seu engenho cívico nas colectividades operárias prolongar-se-á num envolvimento cultural, ligado ao teatro e às terras, reflectindo preocupações sociais e oposicionistas ao regime do Estado Novo.
http://www.wook.pt/Authors/detail/id/24213

10 Anos do Euro – série de dois selos lançada em 28/01/2009, com carimbos comemorativos de Primeiro Dia de Emissão em Lisboa, Estação dos Restauradores, Porto, Estação do Município, Funchal, Estação da Avenida de Zarco, Ponta Delgada, Estação da Avenida Antero de Quental.
Taxas e Tiragens: 0,47 € - 230.000
1,00 € - 245.000
Desenhos: João Machado
Impressão: Cartor

Em 1 de Janeiro de 2009 passaram dez anos sobre um dos momentos cimeiros do projecto europeu e da história contemporânea – a criação do euro.
Com efeito, em 1 de Janeiro de 1999 tinha inicio a chamada terceira fase da União Económica e Monetária, prevista no Tratado da União Europeia, com a introdução do euro e a condução de uma política monetária e cambial única, da responsabilidade do Eurosistema (formado pelo Banco Central Europeu e pelos bancos centrais dos Estados-membros participantes na área do euro, nos quais se inclui o Banco de Portugal.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Moedas_de_euro_portuguesas

NOTA: esta informação, chegou hoje, 28/01/2009.

Daniel Costa

2 comentários:

Vieira Calado disse...

Tenho um amigo, filatelista acérrimo, que costuma andar por essas exposições, chamado José Gonçalves e é de Lagos.
É tenor lírico e foi (não sei se ainda é) seccionista, na filatelia do Sporting.

Pode, por acaso, conhecê-lo.

Um abraço

xistosa - (josé torres) disse...

Um dia que se lembre, diga-nos como podemos saber antecipadamente das emissões de selos, para tentar arranjar a série do 1º dia.