sábado, 3 de janeiro de 2009

filatelia

PINHEIRO DA SILVA

João Pedro Pinheiro da Silva é o verdadeiro discípulo, do que foi Decano da Maximafilia, Engenheiro António dos Santos Furtado, que influenciou o seu desenvolvimento no Mundo Maximófilo.
De facto, António Furtado, foi mais acarinhado no meio, fora do seu país do que em Portugal. Só a partir 1974, mercê dos seus artigos regulares, na Revista FRANQUIA, passou a ser mais visível e a fazer sucesso.
Esse foi tal, que logo havia condições para ser criada uma Associação da especialidade, A Associação Portuguesa de Maximafilia. Por cisões, em pouco eram criadas mais duas agremiações.
Por inspiração nasceu a SOMBRA, que teve existência efémera, no Brasil e a ASEMA, em Espanha.
Refira-se que o grande mestre, falava correntemente o francês e cultivava o Esperanto, que lhe facilitava os contactos internacionais.
Era Presidente Honorário da Sociedade “Les Maximafiles Français.”
Actualmente, João Pedro Pinheiro da Silva, é Vice-Presidente da Associação Portuguesa de Maximafilia e o seu principal impulsionador. É ainda Jurado Nacional de Maximafilia da Federação Portuguesa da Filatelia – APD.
Tendo já várias colecções de Postais Máximos, donde parte para os inúmeros artigos que tem publicado, com maior incidência no Boletim do Clube Filatélico de Portugal, uma revista de grande envergadura.
Tem colaboração no Boletim da ASEMA de Espanha. O artigo que tive o ensejo de ver, sobre o tema Fósseis, insere cinco Máximos da sua colecção denominada “Salvemos a Terra – um planeta com vida.” Um artigo, que considero muito bem estruturado. Aliás venho acompanhando muitos dos seus trabalhos e por isso o considero, o verdadeiro discípulo do Engenheiro Furtado.
Vi também duas peças diferentes publicadas nas revistas “Selos & Moedas” da Secção Filatélica e Numismática do Clube dos Galitos de Aveiro (Novembro de 2008), e no Boletim Filatélico (Janeiro/Fevereiro de 2009) da Fundação do Pessoal da BP.
O primeiro artigo denominado “Miradouro da Maximafilia,” versa sobre A cidade de Aveiro e outras curiosidades, apoiado na reprodução de cinco Máximos, sendo o último relativo ao Presidente Franklin D. Roosevelt.
O segundo tem por título, “VANESSA FERNANDES – Campeã de Europa de 2004 a 2008.” Ilustra um P. M. com atleta em prestação em corrida de atletismo. O selo e o carimbo são comemorativos da competição de 2008, precisamente de Lisboa 09/05/2008.

BOLETIM FILATÉLICO
FUNDAÇÃO DO PESSOAL DA BP

Acaba de sair o número 58, terceira série, correspondente a Janeiro / Fevereiro de 2009 desta publicação bimestral. Destaco o ênfase, dado à Grande Exposição Universal FIP, a realizar em Lisboa em 05/10/2010, com fotografia e nomes dos 72 Comissários mundiais.
SELOS NOVOS – MACAU

Amanhã, 04/01/2009, sairá a primeira série se selos do ano. Trata-se do selo comemorativo do Bicentenário do Nascimento de Luís Braile.

https://www.macaupost.gov.mo/Philately/XVersion/imagesZoom.aspx?name=&admcode=MAC&emicode=200901&prdcode=SEL01TD

Taxa: 5,00 Patacas
Desenho: Victor Hugo Marreiros
Impressor: Cartor Security Printing, França.

Daniel Costa

1 comentário:

xistosa - (josé torres) disse...

Amigo Daniel

No nosso tempo, a pataca não valia nada ... era uma pataca.
Mas as coisas cresceram lá por fora e nós ficámos pequeninos.

Pequeninos em relação à pataca que se foi valorizando ...

Um dia seremos grandes e faremos selos ... para colocar nos e-mails ...

Será que é para isso que caminhamos?