quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

filatelia

ESCUTISMO

Abordar o escutismo, sem mencionar o criador do grande movimento que, o mundo conhece hoje é inevitável.
De facto, o Escutismo foi fundado por Lorde Roberto Ttephenson Smith Baden-Pawell, em 1907, sendo um movimento mundial, educacional, sem fins lucrativos.
Foi lenta e cuidadosamente, que Baden-Pwell foi desenvolvendo a ideia do movimento. Ele próprio testou a ideia, na prática acampando, com um grupo de 20 rapazes na ilha de Brownsea, no Canal da Mancha.
Foi aí, que no Verão de 1907 se realizou o primeiro acampamento de escuteiros, do mundo.
Em 1982, comemorando a 18ª. CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE ESCUTISMO, os Correios de Portugal emitiram uma série de oito selos (nº.s 888/893, cat, Afinsa), de que o inefável Engenheiro António dos Santos Furtado, um dos pioneiros e animador, do movimento maximafilista internacional, realizou Postais máximos.
O tema Europa de 2007, para celebrar o centenário da sua criação, por Baden-Pawell, foi justamente, subordinado ao respectivo Centenário.
Os Correios de Portugal, emitiram em 09/05/2007, três blocos filatélicos alusivos, como habitualmente, para o Continente, Açores e Madeira.
Do Europa Portugal, a propósito da Mostra Filatélica, que o Cineclube de Monção realizou de Homenagem aos Escuteiros locais, na Casa-Museu de Monção, da Universidade do Minho, para que os CTT, concederam carimbo comemorativo, cujo desenho estilizado é um Chapéu de Escuteiro.
A partir desse carimbo e do bloco, relativo ao Continente, onde foram realizados interessantes Postais Máximos Triplos, uma vez que o postal, edição dos Escuteiros locais, é composto por um pequeno grupo, em que dois rapazes, estão de chapéu, tal como no selo do bloco.
Há notar que o carimbo de Monção, satisfaz a regra de lugar, porquanto o escutismo é de toda a parte.
Eis como o Cineclube de Monção homenageou os Escuteiro, enquanto enriquecia a maximafilia de Portugal.

Daniel Costa

2 comentários:

xistosa - (josé torres) disse...

Caríssimo Daniel

Não lhe conhecia esta casa.
Para dizer a verdade, só por engano é que a descobri.
Isto não tem nada a ver com filatelia, mas talvez recalcado pelo que passei na "Mocidade Portuguesa", nunca vi com bons olhos o Escutismo.

Não necessita de me recriminar, sei que nada tem semelhanças.

Vi sempre um tentáculo dum "polvo", que até o meu pai prendeu.

Parece-me que já lhe disse.
Tive um tio nos Correios, nos Restauradores - Lisboa, é só daí que me lembro, era eu menininho, ia ao papel e lápis que eram "baratos", para rabiscar.
Esse meu tio durante décadas, oferecia-me o envelope do 1º dia e a colecção de selos.
(antigamente as emissões eram mais esporádicas).
Sei que se tivesse cuidado e soubesse cuidar dos selos, tenho ali uma preciosidade.
Uma das emissões saiu com defeito e foi recolhida.
Tenho-a, com a sua repetição já corrigida.
Há muitos anos, ofereceram-me muito dinheiro por ela.
Nunca iria vender uma coisa oferecida.
Mas isto alertou-me e comprei um móvel próprio, quero dizer, próprio só para colocar selos e moedas.
Tipo camiseiro.
Como me disseram que os selos ganham ferrugem, (será?), devido à humidade, estão um pouco a monte, mas em cada gaveta a m/mulher colocou uns saquinhos com cloreto de cálcio.
A química serve para alguma coisa.
Ela é que verifica, de longe a longe, se está tudo nos conformes, porque eu sou um "amontoador" de moedas ...
Mas comprei uma pinça para mexer nos selos, como me disseram, mas parece-me que eu necessito de pegar nela ...

INTÉ!!!

EternaApaixonada disse...

*****

Meu momento de ampliar meus conhecimentos!
Obrigada por isso!
Bons dias!

Beijos

*****