sábado, 11 de fevereiro de 2012

CERTAMES FILATÉLICOS IBEROAMERICANOS

CERTAMES FILATÉLICOS IBEROAMERICANOS

Pelos anos setenta, o grande animador filatélico do norte de Espanha, Roberto Martin Prieto, grande amigo de Portugal, levava periodicamente, a efeito estas manifestações, a que conferia alto significado.
                                              
O Certame sempre contou, no júri com uma personalidade portuguesa. Começou com o que foi grande filatelista e Presidente do Clube Filatélico de Portugal, Dr. Vasconcelos de Carvalho.
Por morte deste, seguiram-se Daniel Costa, Director da FRANQUIA – Revista Filatélica Portuguesa e José Duarte Martins, da Direcção da Federação Portuguesa e grande inovador da filatelia.
Eu – Daniel Costa, participei no, “VI CERTAMEN FILATÉLICO IBEROAMERIACANO", que teve lugar em Bilbau, extremo norte de Espanha de 12 a 18 de Outubro de 1977. Como Comissário, levei uma boa representação de colecções portuguesas.
Fiz parte de um júri, composto de oito membros, eu em representação de Portugal, Guttiér Espin, pelo Brasil e os restantes espanhóis. Entre eles, Jorge Guinovart, um ufano detentor de medalha de ouro, na Classe de Literatura Filatélica.
                                 
Daniel Costa, é segundo a contar da esquerda

                                
Findo o jantar recebiaa a melha de prata
que me cabia como jurado

                                
A Catedral de Bilbau ficou a figurar na medalha

Encontro em Lisboa, com Roberto Martin Prieto,
com este à direita

A exposição foi muito concorrida, segundo se me foi dado observar.
Findo o certame, teve lugar o Jantar de Palmarés, com entrega de medalhas e outros prémios, no Clube Inglês, em ambiente de rigor, muito britânico.
SELOS NOVOS – PORTUGAL

Vultos da História e da Cultura: em 13/02/2012, os Correios de Portugal lançaram mais uma série de três selos, destaco: Marcos Portugal, Brito Camacho e António Vilar, com os habituais carimbos de Primeiro Dia de Emissão, nas habituais Estações: Lisboa – Restauradores, Porto – Praça do Município, Funchal - Avenida Zarco e Ponta Delgada – Antero de Quental.
                             
Taxas e tiragens: € 0.32 - 235.000; € 0.68 – 185.000; € 0.80 – 135.000
Desenhos: Folk Desin
Impressão: Joh. Enschedé

FILNUMIS

Saiu o número 20 Fevereiro / Março de 2012, de FILNUMIS, O Guia do coleccionador, a fazer jus a quanto é importante a quem se dedica à filatelia.
Com alguns artigos de interesse, destaco a noticia, logo na abertura da morte de Jaime Martins, um bom amigo e um dos grandes filatelistas de Portugal, que foi, apesar de nunca se ter filiado na estrutura oficializada, segundo penso.
Paz à sua alma e pêsames à família.
                                               
Com alguns artigos de interesse, a revista é muito útil a quem deseje através dela, fazer aquisições de todo o tipo de peças filatélicas e ainda, todo o tipo de material acessório, como catálogos, por exemplo.
Aconselho, a quem não conhece ainda, FILNUMIS, solicitar exemplar grátis ao seu Director, António Caetano, para: geral@filateliacaetano.net ou telfs. – 210819196 – 936637639. Pode ainda consultar: www.filnumis.org

Abrir o link abaixo e ver um verdadeiro festival de filatelia. Está sempre actualizado

3 comentários:

xistosa - (josé torres) disse...

Nunca percebi estes valores faciais, tais como 0,32 ou 0,68€.
Mas isto é para entendidos e um leigo não tem assento...
Bom fim de semana.

Severa Cabral(escritora) disse...

Amigo Daniel!
Seu informativo é muito importante para a história cultural portuguesa...
para quem é colecionador de selos,fica numa boa manter intercambio com vc...
Aplausos pela iniciativa.
As imagens sâo memórias de um passado recente,onde nos mostra que teu pontencial veio desde uma cabeleira grandiosa, onde hoje nos mostra revelado nesta medalha,que sei que é uma mostrada dentre tantas que guardas...
Abç.

xistosa - (josé torres) disse...

As taxas a que me referia eram estas:
€ 0.32 e
€ 0.68, taxas um tanto ou quanto esquisitas.
Ou sou eu que sou esquisito...
Um abração