sexta-feira, 15 de outubro de 2010

FILATELIA / FRANQUIA

P0RTUGAL 2010
EXPOSIÇÃO MUNDIAL DE FILATELIA

No dia 01 de Outubro de 2010, na presença do Presidente da República Portuguesa, Dr. Aníbal Cavaco Silva, foi inaugurada a ESPOSIÇÃO MUNDIAL DE FILATELIA (FIP) – PORTUGAL 2010, num dos Pavilhões de Feira das Indústrias Portuguesas – FIL, no moderno Parque das Nações, em Lisboa.

Presidente de Portugal, Dr. Aníbal Cavaco Silva,
ladeado por dois responsáveis da filatelia mundial

Esteve aberta até dia 10 do mesmo mês.
Num grandioso espaço, l500 quadros, que constituem 3000 faces, com 600 colecções se selos, mais de um milhão, de 77 países.
Toda a Exposição incluindo bastantes stands de comerciantes e dos Correios de muitos países, Inclusive do Brasil, era digna de ser minuciosamente visitada.
Percorri mesmo o espaço exterior, onde era possível testemunhar, haver muitos estrangeiros que se deslocaram a Lisboa, fazendo jus, ao que se sabe de uma exposição de nível mundial, como foi a de que se fala:
- É a filatelia que se associa ao turismo.
Fragmento de carta, com dez selos Penny Blak

Fui a uma quarta-feira, entre as três e as cinco horas, propositadamente, por pensar ser a um dia pouco movimentado, Segundo informações que colhi depois, nos Domingos e feriado, houve muita movimentação.
Como se sabe uma MUNDIAL FIP DE FILATELIA, como foi a PORTUGAL 2010, reúne a fina flor das colecções filatélicas do mundo, Assim na classe de honra podiam ser vistas peças da Rainha Isabel II, de Inglaterra, que entre outros, apresentou um fragmento de carta, contendo dez exempares do famoso” Penny Blak”, o primeiro selo do mundo, de 1840, uma parte também da colecção do Príncipe do Mónaco.
Folhas de selos da famosa colecção do Píncipe do Monaco

Alguns quadros da exposição, em geral

Stands, o de Cabo Verde e o do Brasil

Havia ainda a possibilidade de, por 25 €uros, ali mesmo, imprimir selos com a nossa própria foto, válidos para circular.
A exposição também era integrada nas comemorações do Centenário da Implantação da República Portuguesa.
Stand do (indispensável) Clube Filatélico de Portugal

Esteve presente um funcionário da CARTOR, uma empresa da França, especialista na impressão de selos postais, que é bastante solicitada para imprimir selos de Portugal. Com uma máquina a pedal, donde se podia extrair numa folhinha, pré-impressa, em faxi-mil, se podam extrair quatro selos portugueses, em poicotados rectângulo.
Grandes leilões de selos tiveram lugar na PORTUGAL 2010.
Depois de dar uma volta ao recinto, além de ver algumas colecções, no stand do Clube Filatélico de Portugal, um dos melhores da Europa, detive-me e ali conversei com alguns velhos amigos da filatelia.

Daniel Costa


2 comentários:

lita duarte disse...

Quanta beleza e informação.
Maravilha!

Beijos

xistosa - (josé torres) disse...

Se soubesse que tínhamos o Cavaco talvez fosse até lá; sempre é necessário saber para onde se deve dirigir o cuspo!!!(rsrsrs).

Aqui aprende-se um pouco mais, mas não nos comentários (ainda por cima, deste contestatário).