sábado, 19 de setembro de 2009

Adiafa Filatelia

CURIOSIDADE

Com carimbo datador de Madrid de 18/09/1991, recebi uma carta de um bom amigo filatelista, propositadamente selada com reproduções de selos, tiradas de folhetos de propaganda.
A carta não foi registada, mas chegou sem novidade, mesmo sendo bem visível estar selada com reproduções.
Como é evidente omito o nome do amigo com quem tive dois encontros em Lisboa, mas vou retroverter o que escreveu em espanhol.
“Os selos que figuram na presente carta são falsos, extraídos dum folheto de propaganda que editou a própria Direcção Geral dos Correios, com a reprodução dos autênticos, o que me levou a pensar pôr em prática enviar e selar cartas com eles, a ver se os funcionários ou maquinaria burocrática se enganariam.
Primeiro fiz um envio registado a um nome falso, à Posta Restante de Paris em 12 de Julho (1991), sendo recebida nesse departamento a 17. Ao não ser recolhida, foi reexpedida ao remetente em data de 2 de Agosto (1991), sendo-me entregue no domicílio a 8 de Agosto (1991).
Acarta ostentava três selos falsos, tenho-a em meu poder junto com o justificativo do registo.
Se voltar a conseguir, um folheto similar te farei chegar nova carta registada para que fiques com a prova.”

Nota: Devemos ter em conta, o que passa pelo correio é a sua história sendo filatelia, por isso o facto tem a ver com essa ciência que também cabe na história.
Lembro que um dos maiores historiadores contemporâneos de Portugal, com quem cheguei a conversar, Prof. A. H. de Oliveira Marques, era filatelista de mérito e também um dos maiores historiadores da filatelia portuguesa, cito apenas “História da Filatelia Portuguesa”, três volumes.
SELOS NOVOS – PORTUGAL

Portugal Irão – Emissão conjunta: Com carimbos comemorativos de Primeiro Dia de Emissão, os CTT – Correios de Portugal lançam a emissão, nas quatro estações postais seguintes:
Lisboa – Restauradores; Porto – Município; Funchal – Zarco e Ponta Delgada – Antero de Quental.
Farão parte dois selos, geminados com outros tantos de Irão,
Taxa e tiragens: 0.32 € - 330.000; 0.80 € - 230.000
Desenhos: Atelier Acácio Santos / Túlio Coelho
Ilustrações: José Projecto
Impressão: Cartor













Os selos comuns, comemoram os 500 anos das relações bilaterais entre os dois países.
Nos desenhos figuram a Águia-Pesqueira e a Águia-Rabalva.

Daniel Costa

2 comentários:

xistosa - (josé torres) disse...

Pelo que li, Espanha e Inglaterra t~em um serviço de correios digno dum país do 3º mundo.
Mas penso que neste caso, quem carimba os selos, não tem tempo de verificar a sua falsidade.
Quanto aos 500 anos da cooperação, é pena não se ter colocado num, a águia e no outro uma central atómica, ou mesmo um míssil.
Não deixo passar o prazer da mordacidade.
Um abraço.

Val Du disse...

Lindíssimos!
Águias são aves fascinantes.

Beijos